Chatbot: 5 erros ao usar a plataforma que destroem qualquer negócio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Se preferir, ouça o conteúdo sobre erros no chatbot que destroem qualquer negócio

Você já enviou uma mensagem e não recebeu resposta de um comércio? Isso costuma acontecer mais do que deveria. É um dos principais pontos de reclamação no atendimento ao cliente. Não à toa, muitos lugares investem em meios de não deixar ninguém “falando sozinho”. Portanto, o chatbot se torna uma alternativa.

O que isso significa? É uma tecnologia responsável por dar respostas automáticas. Desse modo, a empresa consegue a automatização do serviço. Isso permite então sempre responder o consumidor. Um outro ponto importante é que assim ela funciona 24 horas por dia e 7 dias na semana.

Entretanto, o robô de atendimento deve ser bem administrado. Caso contrário, o efeito vai ser ruim. Ao invés de ajudar no atendimento ao cliente, vai atrapalhar. Se isso acontecer, afeta todas as etapas, desde o diálogo até as vendas. O negócio inteiro sofre em situações como essa.

Centralize suas vendas em 1 tela com peçaZap

Portanto, separamos algumas dicas importante para o bom uso do chatbot. Aliás, são exemplos de erros que não se deve cometer ao usar uma plataforma do tipo. Desse modo, você consegue tirar o máximo proveito que a automatização pode proporcionar ao seu negócio.

Chatbot: 5 erros para não se cometer ao utilizar a plataforma

1. Linguagem do chatbot

Quando você usa um robô de atendimento, tem que estar atento à linguagem. Ele te dá a opção de programar o modo de diálogo com o consumidor, bem como as respostas automáticas. Por isso, não adianta você querer adotar uma forma de comunicação longe do seu público-alvo.

Por exemplo, os principais clientes da sua loja são pessoas mais jovens. Então, não tem sentido ser muito formal ou usar palavras complicadas. É dever do empreendedor sabe o bom modo de atendimento ao cliente. Usar a linguagem errada pode ser um desastre para a empresa.

2. Pedir muitas informações

Hoje, as pessoas querem solução rápida de seus problemas. Não ter que perder muito tempo à espera de uma resposta. O chatbotrespostas automáticas, mas antes costuma “entender” melhor o problema do consumidor. Isso geralmente se dá por meio de uma programação personalizada na ferramenta.

Mas, engana-se quem pensa que perguntar muitas coisas para saber mais sobre o cliente vai ser bom. Pelo contrário. Aquilo pode representar algo muito demorado. O consumidor tende a desistir no meio do caminho, então a automatização pensada não vai funcionar. Devem ser informações curtas e objetivas.

3. Deixar tudo para o robô de atendimento

O chatbot deve ser usado para resolver problemas pontuais, principalmente para que o cliente não fique sem resposta. Entretanto, achar que ele vai acabar com todos os problemas é errado. Pode até mesmo atrapalhar a estratégia de negócios, pois vai atrapalhar o atendimento ao cliente.

Você deve separar as duas situações. Caso seja mais simples, dê para o robô de atendimento resolver. Isso vai economizar tempo e investimentos. Assim, casos mais complicados devem ser deixados para um profissional resolver. Desse modo, não há como errar e seu negócio fica muito melhor.

4. Humanização dos processos

Tudo bem, é um chatbot. Entretanto, nem por isso você vai deixar de oferecer um atendimento ao cliente humanizado. Mesmo ao usar respostas automáticas, aposte na personalização de acordo com seu público. Acima de tudo, faça parecer que uma pessoa está do outro lado da tela e não um robô.

Portanto, mesmo em casos assim, a educação se mostra como fundamental. Ao mesmo tempo, usar palavras do dia a dia. Tente se colocar no lugar do seu cliente. O que ele gostaria de saber? Qual o seu problema? De que forma vou conseguir ajudar? Isso então deve ajudar bastante. Se deixar tudo robotizado, ficará bem ruim.

5. Não se planejar

Isso vale para qualquer ação dentro de uma empresa. Nas vendas ou no atendimento ao cliente. Pensar em automatização, mesmo que pelo trabalho do chatbot, não deve ser tarefa simples. O planejamento se mostra essencial em qualquer etapa do seu negócio.

Como você pretende configurar as respostas automáticas? O que fazer em casos nos quais o robô de atendimento não vai resolver? De que forma os atendentes humanos entram na estratégia? Esses são alguns tipos de perguntas que precisam ser feitos a fim de garantir a máxima eficiência da ferramenta.

Chatbot: 5 erros ao usar a plataforma que destroem qualquer negócio

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba primeiro os principais novos conteúdos

Leia mais

Faça sua busca por um texto em nosso blog!

Responda os clientes com mais agilidade

Nunca mais deixe ninguém esperando por resposta.

Fale agora mesmo com um especialista em chatbots!​

Live especial para você!

Assista 100% gratuita e online para descobrir como aumentar as vendas e a taxa de comparecimento em laboratórios e clínicas!

É HOJE, dia 30, às 21h!

Popup Live Novembro

Precisa de ajuda em seu negócio?

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail
Faça parte de nossa lista VIP!

Precisa de ajuda em seu negócio Empresa Digital VulcaNet